Cadeira de RodasParticipe e divulgue este projecto


 

Objectivo

O Banco de Ajudas Técnicas visa, através de empréstimo de equipamento, apoiar pessoas em situação de dependência cuja situação de saúde imponha a utilização de ajudas técnicas, minorando as dificuldades de mobilidade e facultando uma melhoria de cuidados na dependência, face a terceiros.

 

Destinatários

Utentes com deficiência, idosos ou pessoas que necessitam de utilizar as ajudas técnicas de forma temporária por motivos de doença ou acidente, que pertençam a agregados familiares carenciados e sejam residentes no Concelho da Batalha.

 

Equipamentos disponíveis

  • Almofadas;
  • Alteador de sanita;
  • Andarilhos;
  • Apoios de fixação à parede;
  • Assento de banho giratório;
  • Banco de banheira;
  • Cadeira de banho rotativa;
  • Cadeira de rodas;
  • Cadeira sanitária;
  • Calcanheiras;
  • Cama articulada;
  • Cama eléctrica;
  • Canadianas com amortecedor;
  • Canadianas;
  • Colchão anti-escaras;
  • Encosto de cama;
  • Forras de colchão;
  • Grades laterais;
  • Lava cabeças insuflável;
  • Mesa de apoio para cama;
  • Muletas axilares;
  • Suportes de soro;
  • Tripé.

 

Documentos necessários para instrução do pedido, a entregar no Município da Batalha

  • Requerimento;
  • Formulário;
  • Relatório médico/credencial
  • Fotocópia do cartão de utente
  • Fotocópia Bilhete de Identidade/ Cartão do Cidadão (do próprio e dos elementos do agregado familiar)
  • Fotocópia do cartão de beneficiário da Segurança Social (do próprio e dos elementos do agregado familiar)
  • Fotocópia de comprovativo do valor da pensão (do próprio e dos elementos do agregado familiar)
  • Comprovativos dos rendimentos (do próprio e dos elementos do agregado familiar)
  • Comprovativos das despesas (do próprio e dos elementos do agregado familiar)

Nas situações em que se justifique, deve o candidato ainda apresentar:

  • Documentos comprovativos do subsídio de desemprego, do subsídio de doença e do Rendimento Social de Inserção dos membros do agregado familiar;
  • Fotocópias dos recibos de pensões (de velhice, invalidez, sobrevivência, alimentos – incluindo pensões provenientes do estrangeiro) do ano em que se candidata, de todos os membros do agregado familiar;
  • Documentos comprovativos de encargos com a habitação (renda ou aquisição);
  • Documentos comprovativos de doença crónica ou prolongada, do candidato ou membro do agregado familiar de quem dependa economicamente, emitido pelo médico de família, e documento comprovativo das despesas com a saúde.

As candidaturas serão analisadas pelos serviços técnicos do Gabinete de Desenvolvimento Social, cabendo-lhe a definição de elegibilidade da mesma.

 

Apoio

LEADER                           Associação de Desenvolvimento da Alta Estremadura

Top